Aquele que procura a verdade corre o risco de a encontrar
Quarta-feira, 11 de Agosto de 2004
Desaire" urbanístico estrangula trânsito no Carregado

Que a freguesia de Carregado tem sido, desde há muito tempo, o parente pobre de Alenquer, não é novidade para ninguém. Na verdade, a freguesia e, designadamente a a vila do Carregado ( pois é O Carregado já é vila a 10 anos ) tem perdido o comboio do desenvolvimento comparativamente com outras Diapositivo1.JPG Contudo com a não pro-actividade do executivo camarários os factos tem-se agravado e, não há qualquer sinal de esperança. A desculpa será a do costume: não há dinheiro. Claro, com o caos em que as contas da Autarquia, possam andar com os vícios criados em trinta anos de poleiro socialista, não poderá haver margem de manobra.


Sendo assim, o Carregado nada tem ganho, com os autarcas socialistas, talvez esteja enganado, pois as promessas tem sido muitas e temos bons exemplos do trabalho socialista por estas bandas, o bairro do “Dallas”, ( uma visão futurista da requalificação urbana, futurista é claro no século XIX), uma bomba de gasolina as portas de um arranha céus ( dava um bom titulo para um filme), o caos no transito da vila e a falta de rotundas, tudo feito por este executivo, em trinta anos, se colocássemos um miúdo de oito anos a frente da câmara de certeza que ele não faria pior. O facto de todo o trânsito passar por dentro da povoação é um verdadeiro calvário para condutores, peões e residentes.


O Carregado tem pelo contrário perdido muito do desenvolvimento que vai parar aos concelhos limítrofes e, lamentavelmente, com a apatia e silêncio ensurdecedor do executivo da Junta de Freguesia. Para que serve uma Junta de freguesia e uma Câmara Municipal?


Para defenderem os interesses do seu povo ou para serem meros figurantes? É preciso que as populações se lembrem que os autarcas não estão a fazer favores ao concelho quando tomam boas decisões. Estão apenas a cumprir o trabalho para o qual são bem pagos, e deveram ser responsabilizados pela sua incompetência . Por isso, os eleitores têm o direito de criticar e exigir e, principalmente, não tolerar os lamentos e os discursos de ocasião que os políticos de Alenquer já nos habituaram quando são confrontados com más decisões ou casos duvidosos.


Devemos lembrar os Alenquerenses e Carregadenses que podem e devem, assistir às reuniões da Assembleia Municipal e de assembleia de Freguesia de forma a que possam intervir, de forma a que exijam responsabilidades aos políticos, para serem o garante da democracia.


Será que o Sr. Presidente da Câmara tem noção do caos criado com o seu desinteresse pela



publicado por Carlos José Ferreira às 08:21
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

...

Alenquer sera a primeira...

Via de Cintura de Alenque...

Desperdício de Agua em Al...

Obras sem dono, em Alenqu...

DEM, Dispositivo electrón...

Obra de Santa Engrácia In...

Eleições autárquicas inte...

Eleições em Alenquer

Em terra de cegos quem te...

arquivos

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Dezembro 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Dezembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds