Aquele que procura a verdade corre o risco de a encontrar
Terça-feira, 10 de Agosto de 2004
Prato... pequenos passos a moda de Alenquer

 


alenqu02.jpg


Dizem que os socialistas são apologista de «pequenos passos» na acção política, o facto é que em Alenquer esses pequenos passos são minúsculos e não se vislumbra a obra feita e apregoada em 20 e tal anos de poleiro socialista. 


Repare-se nas promessas que foram anunciadas durante a campanha socialista para as autárquicas, promessas que tem um sabor de décadas de atraso, que até parece que não foram estes senhores que estiveram a frente da autarquia durante todos este anos, e se não trabalharam foi por que não quiseram pois é mais fácil trabalhar para o EU.


Se durante vinte e tal anos os socialistas estiveram a frente da câmara porque não fizerem bem ou melhor o trabalho que prometeram agora fazer para estes quatro anos. Se nos últimos dois mandatos a própria conjuntura nacional era lhes totalmente favorável com um governo socialista e com um presidente da republica também ele socialista porque é que são necessário mais 4 anos de motivação para cumprir promessas com mais de vinte anos. 


Quando ouço os socialista de Alenquer, a dizerem que são os mais conhecedores da realidade e dos problemas de Alenquer, tenho que concordar com o senhor presidente e com os seus compadres, pois os problemas de Alenquer resultam de vinte tal anos de má gestão socialista destes mesmos senhores. Se a alguns anos atras a corja socialista tinha como lema GENTE QUE FAZ, eu gostava de perguntar , faz o que ? e para quem, para meia dúzia ?? pois durante estes anos de marasmo político não se viu nada de inovador, ou melhor, desculpem, estava- me a esquecer das torres do Brandão, dos funcionários com dupla retribuição, da empresa municipal e dos funcionários com o cartão rosa, todos com uma colher metida ao tacho, para tomarem a sua cunha.


Vou lhes propor um pequeno roteiro pelo nosso concelho, que esta muito doente e para qual a cura somos todos nós, pois somos nós que temos poder para mudar as coisas em Alenquer. Vamos começar pelo sul, pelo Carregado, quando é que vamos ter um mais salas de aulas para o primeiro ciclo, pois a situação é caótica a alguns anos e nada foi feito até então, para quando uma nova EBI, já que a existente a muito esta sobrecarregada e um o Centro de Saúde, que a décadas aparecia no programa político como uma promessa das listas socialistas( sei bem que não é uma competência da câmara, mas então porque prometeram uma coisa que não iam cumprir, para depois se vangloriarem com obras feitas pelo governo e atribuírem nas a autarquia).


Na área da segurança, quando é que as pessoas do Carregado podem desfrutar a vila sem medo, para quando o prometido e re-prometido posto da GNR e por curiosidade, porque foi inaugurado o mercado do Carregado se ainda não esta em funcionamento, não me diga senhor presidente que precisava de cortar uma fita para ganhar mais uns votos, mesmo que a obra não esteja concluída e para terminar para quando um ordenamento do transito, um ordenamento a serio dentro da vila do carregado, não sei se os senhores socialistas sabem já se inventaram os semáforos .


Chegamos a Alenquer, o caos no transito continua em Santa Catarina, por culpa de mais uma vez do mau ordenamento do transito e de não existirem semáforos ou rotundas que facilitem a vida a quem tem de sair ou de entrar todos os dias em Alenquer, até quando é que os autarcas desta terra vão permitir circulação de pesados dentro da vila ? até quando é que os passeios vão servir de estacionamento em vez de serem entregues aos pedestres e já agora gostava também de saber quando é que vamos poder circular na nova variante à vila de Alenquer e a para quando a re-qualificação dos arruamentos de Paredes e Casais Novos. Para alem de uma promessa também com barbas a da construção de uma variante à Vila Alta de Alenquer, ligando a Barnabé ao Alto da Bezerra na Vila Alta .


Para quando a regularização das margens do rio, ( era eu miúdo e andava a na escola primaria de Alenquer e esta era já uma promessa socialista,) para quando é que vamos ter uma nova escola para o ensino pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico, pois também a muitos anos se fala nesta infra-estrutura. No alto concelho os problemas são mais que muitos, seria necessário, praticamente toda a edição do jornal para os enumerar, no entanto os mais importantes continuam a ser a falta de saneamento em muitos lugares do nosso concelho, os maus acessos rodoviários, a falta de incentivos para o investimento no alto concelho.


A falta de re-qualificação das localidades para a criação de meios capazes de induzir à fixação e bem estar das populações e o apoio aos mais jovens e idosos, e senhor presidente não basta fazer um almoço para os idosos uma vez por ano, para depois dizerem que se preocupam muito com eles, não basta tirar fotos ao lado dos mais carênciados para mostra trabalho que não se fez em 20 e tal anos de desgovernação socialista ~


Apenas algumas das promessas falhadas durante 20 e tal anos de incompetência socialista, afinal o que é que estes senhores fizeram, nada, absolutamente nada em prol da população de Alenquer ou do concelho de Alenquer, apenas fizeram em seu próprio proveito, e quando alguém surge com alguma boa ideia para criar emprego e desenvolvimento só encontra entraves da câmara . O Povo, na sua milenar sabedoria, bem avisa, quem queira escutá-lo, para que fuja das más bocas do mundo. Ora, consultem-se os rifoneiros e logo se conclui que o bom senso tradicional não apela apenas à consciência individual.


Quase sempre, o provérbio assenta bem a todo o conjunto da população. No campo dos afectos, sentimentos, hábitos e comportamentos que traçam o perfil de cada individualidade, seja singular ou colectiva , a voz popular afirma que "o que veste uma ovelha veste o rebanho". Assim, as sociedades, as nações, as regiões, as cidades, as vilas, as aldeias e os lugarejos, tal como cada pessoa, se devem defender de ganhar má fama. É que atrás das famas vêm os rótulos, os dichotes, as vozes correntes que tanto podem elevar uma criatura ao Céu, como empurrá-la para o chão de lama, ou queimá-la no fogo do Inferno.


 O certo é que se fala a boca cheia de corrupção em Alenquer e nos órgãos camarários, não vou aqui discutir se são ou não verídicos mas que sejam denunciados e verificados alguns sinais de riqueza exterior exibidos por muitos funcionários camarários e dirigentes socialistas, e se quem não deve não teme que se prove o contrario para que Alenquer não se torne conhecida como "Little Italia" onde quem tem dinheiro e conhecimentos pode e consegue todo.


                                                                                                                                                           Artigo de opinião publicado no JA - Setembro 2002



publicado por Carlos José Ferreira às 14:14
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27

29
30
31


posts recentes

...

Alenquer sera a primeira...

Via de Cintura de Alenque...

Desperdício de Agua em Al...

Obras sem dono, em Alenqu...

DEM, Dispositivo electrón...

Obra de Santa Engrácia In...

Eleições autárquicas inte...

Eleições em Alenquer

Em terra de cegos quem te...

arquivos

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Dezembro 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Dezembro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds